Comprar Ingressos

DANÇA

Marina Abib: a Cabra

Marina Abib: a Cabra

suspenso - será reagendado

Um solo de Marina Abib. 

Direção André Casaca.

Uma coprodução Casa do Movimento (Br), Teatro C´Art (It) e Teatro do Respiro (It/Fr).

 

A CABRA é o primeiro solo da dançarina Marina Abib. Um projeto independente realizado em etapas de residências artísticas dentro e fora do Brasil. Parte de seu processo criativo já foi apresentado em formato de “work in progress” nos festivais Swallowsfeet (Inglaterra), Summer Intensive (Portugal) e Collinarea (Italia). Estreou internacionalmente em dezembro de 2017 no Teatro C'Art, Italia.

 

A CABRA é um trabalho sobre o risco.

Sobre um animal que arrisca simplesmente porque é assim que respira, que a vida pulsa.

Um trabalho que deixa rastro em sua busca pelo necessário.

A CABRA é o feminino sem vaidade, mal educado e louco que incansavelmente desenterra raizes.


PESQUISA CORPORAL

A pesquisa do espetáculo A CABRA teve como base de criação a investigação do movimento instintivo. De intensa fisicalidade o processo criativo despertou no corpo da dançarina um histórico pessoal que excluiu a existência de uma partitura física e criou uma condição de constante risco. 


Do risco nasceu o movimento com densidade, com necessidade de existir. Nada é por acaso, nenhum movimento é desperdício. Assim como trilha sonora, cenário e figurino, tudo existe pela necessidade, toda a construção foi desenvolvida conjuntamente de acordo com o que o corpo criava. Nessa pesquisa, movimento e espaço se fundem criando rastro e tornando a presença cênica necessária e orgânica.


O processo acabou por expor e por desenvolver os possíveis encontros entre duas linguagens cênicas distintas. A dança, que historicamente privilegia o belo e o virtuoso; e o clown que se nutre do erro e do fiasco. Essa abertura entre dois universos a priori opostos alimentou um processo criativo no qual o conceito artístico foi sendo descoberto ao longo do trabalho.


Risco e rastro norteiam uma dança necessária.


Marina Abib Candusso é dançarina e fundadora da Companhia Soma, de São Paulo. Formada em Ciências Sociais desenvolve uma pesquisa contínua, por meio de referências teóricas e vivências de campo, sobre a construção de uma corporeidade contemporânea criada a partir de
matrizes das danças tradicionais brasileiras. Com a sua companhia ganhou os prêmios ProAC de pesquisa e investigação em dança e Klauss Vianna para montagem de espetáculo. Além de participar dos espetáculos “Passo” e do premiado “Naturalmente - Teoria e Jogo de uma Dança Brasileira”, de Antonio Nóbrega, Marina participou como coreógrafa e dançarina no longa metragem “Brincante, O Filme” dirigido por Walter Carvalho. Em conjunto com a dança, seu prazer pela escrita a leva a produzir estudos e artigos sobre sua pesquisa. Tem seu artigo “O Ato de Inventar-se” publicado no livro Tubo de Ensaio do projeto homônimo no estado de Santa Catarina. Assim como participa do DVD lançado junto ao livro Festas e Danças Brasileiras no estado de São Paulo. Atualmente além do trabalho com a sua própria companhia, dança na companhia belga Untamed de Ricardo Ambrozio, desenvolve seu trabalho solo em parceria com o diretor teatral André Casaca na Italia e é convidada para dar aulas em festivais na Bélgica, Portugal, Alemanha e França.


André Casaca realizou parte de sua formação no Brasil, de1991 até 1994, no Lume Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais, tendo como base o teatro físico. Na Italia desde 1995 estudou no Centro Internacional de Formação, Pesquisa e Criação teatral L’Albero de Yves
Lebreton, transformando-se no seu assistente direto por três anos. André Casaca hoje é um dos maiores profissionais de teatro físico e clown no território italiano. Ator, pesquisador teatral, palhaço, diretor e criador do método “Identidade cômica do corpo”, se dedica ao teatro há mais de 23 anos. O seu método artístico e pedagógico é reconhecido na Itália e no exterior no campo das artes cênicas e da educação. É diretor artístico do
Centro Cultural Teatro C’art Comic Education com sede em Castelfiorentino na província de Florença. Colabora com as principais escolas nacionais de teatro profissional Italiano, tais como Academia Galante Garrone de Bolonha e a Academia dell’Arte di Arezzo na Toscana.


FICHA TÉCNICA

Marina Abib: dançarina
André Casaca: diretor