Comprar Ingressos

INFANTIL

o bobo do rei

05.05.2012

Um dia um Rei acorda entediado e muito carente e todos os seus bajuladores estão de folga, nem mesmo o seu bobo consegue animá-lo. Além disto ele já está velho e cansado e não quer mais as responsabilidades de um Rei, por isto ele decide dividir o seu reino entre as três filhas, Regane, Goneril e Cordélia.

Tirando proveito da ocasião do anúncio da divisão do reino para aliviar sua carência, o Rei decide que cada filha receberá sua parte de acordo com o amor que declarar a ele.

As duas filhas mais velhas, Regane e Goneril se desdobram em falsas declarações de amor, elogios e mesuras, deixando o Rei muito feliz e cada uma recebe sua parte. Quando chega a vez da filha mais jovem e mais querida do Rei, Cordélia, ela lhe diz com toda franqueza que o ama como uma filha deve amar a um pai, nem mais nem menos e por isto é expulsa do reino e deserdada. O reino fica nas mãos de Regane e Goneril e o Rei decide que viverá um mês na casa de cada uma delas, ao que elas disfarçam a insatisfação.

Inconformado com a os atos do rei, seu bobo decide abandoná-lo e no caminho encontra Cordélia que tem a idéia de se disfarçar de bobo para ficar próxima do Rei, seu pai.

Disfarçada, Cordélia consegue o emprego de bobo e passa a seguir o Rei.

Regane e Goneril tramam para não receberem o Rei em suas casas e quando ele as procura é recebido com as desculpas mais esfarrapadas e acaba por ficar ao relento junto com seu séquito de seguranças e “puxa-sacos” e o “bobo”.

Depois de poucos dias vagando pelos campos os “puxa-sacos” fazem uma reunião e decidem fugir e abandonar o Rei que nem era mais Rei.

O “bobo” e o Rei ficam sozinhos enquanto Regane e Goneril começam a brigar para ficar com todo o reino e acabam por destruir tudo, inclusive elas mesmas.

Cordélia pensa em se revelar para o pai, mas teme que ele não irá aceitá-la, mas um dia enfrentando uma grande tempestade ela intuitivamente tira o disfarce de bobo para cobrir o velho Rei, este ao perceber Cordélia pensa que está delirando pelo arrependimento de tê-la expulsado. Cordélia o acalma e decidem voltar para o Reino e lutar por ele, mas ao chegar encontram tudo destruido.

O Rei elogia a performance de Cordélia que o enganou direitinho e ela sinceramente estava gostando muito do disfarce. Cordélia diz ao Rei que ele fica muito bem coberto com uma roupa de bobo e os dois decidem que formarão uma dupla de bobos e irão andar pelo mundo. Talvez formar a primeira dupla de palhaços do mundo.

FICHA TÉCNICA:

Autor e Diretor: Ângelo Brandini

Atores: Davi Taiu, Tereza Gontijo, Anderson Spada, Val Pires, Erickson Almeida

Figurinos: Christiane Galvan

Direção Musical: Fernando Escrich

Iluminação: Lígia Chaim

Cenário: Marco Lima

Confecção de cenário e adereços: Luis Rossi

Produção: Cia Vagalum Tum Tum

Duração do espetáculo: 60 minutos.

Indicação de idade: 5 anos

MÚSICA

Beto Villares: amostras emocionais 03, 10, 17.02 e 02.03.20: segundas às 20h

Beto Villares: amostras emocionais

MÚSICA

Zé Antonio e Fábio Golfetti: 04.02.20: terça às 20h

Zé Antonio e Fábio Golfetti:

CINEMA

Julia Zakia em curtas 05.02.20: quarta às 20h

Julia Zakia em curtas

MÚSICA

Joana Queiroz + 6: Emaranhados 11.02.20: terça às 20h

Joana Queiroz + 6: Emaranhados

CINEMA

Leandro Goddinho em curtas 12.02.20: quarta às 20h

Leandro Goddinho em curtas

DANÇA

Beth Bastos e Núcleo Pausa: Performance-observatório 13 e 14.02.20: quinta e sexta-feira às 20h

Beth Bastos e Núcleo Pausa: Performance-observatório

CINEMA

André Bomfim em curtas 19.02.20: quarta às 20h

André Bomfim em curtas