Comprar Ingressos

MÚSICA

UMA NOITE COM THE GILBERTOS

UMA NOITE COM THE GILBERTOS

09.04.19: terça, às 20h

"The Gilbertos são o Roxy Music punk da bossa nova". Alastair Honeybun, The Dulwich Musical Express.


Nos anos 1980, São Paulo cuspia bandas geniais – tanto que duas coletâneas, uma na Alemanha e outra na Inglaterra, lançadas nos anos 2000, trouxeram o melhor dessa cena pós-punk da maior metrópole da América do Sul para o mundo. E dessa cena brotou The Gilbertos, a banda glam-pós-punk formada por Thomas Pappon (Fellini, Voluntários da Pátria, Smack), depois que ele mudou para a Alemanha, em 1991.


De lá pra cá, lançaram quatro álbuns por gravadoras independentes (midsummer madness, Pisces) - que fomentaram um culto em torno da misteriosa banda.


The Gilbertos voltam a São Paulo para uma rara apresentação, com a formação do último álbum, "Um Novo Ritmo Vai Nascer" (midsummer madness, 2014), no Centro da Terra. Thomas Pappon (guitarra, voz), que reside em Londres desde 1996, se reúne com Ricardo Salvagni (baixo) e Lauro Lellis (bateria) para um show com um repertório cheio de surpresas – como músicas nunca tocadas ao vivo antes.


Tocarão músicas do Fellini – a outra banda cult dos três músicos? Será preciso ver o show para saber...


THE GILBERTOS

Depois de encerrar sua ex-banda Fellini e se mudar para a Europa, em 1991, Thomas Pappon gravou várias músicas sozinho, enquanto morava na Alemanha e em Londres. Armado com um violão, uma bateria eletrônica e as contribuições vocais de sua esposa Karla, Pappon, eventualmente, produziu uma série de canções lo-fi que se estendiam do indie-pop à bossa-nova e ao Brit-pop. Discografia: "Os Eurosambas 1992-1998" (1999), "Deite-se Ao Meu Lado" (2004), "À Noite Sonhamos" (2011) e "Um Novo Ritmo Vai Nascer" (2014).


THOMAS PAPPON

Com passagens pelo Smack, Fellini e Voluntários da Pátria, Thomas Pappon é mais um músico brasileiro que se mudou para a Europa há décadas, onde vive uma vida pacata com a família, o emprego na BBC e ainda mostra dotes de chef. Desenvolve há quase 15 anos um projeto próprio, de nome The Gilbertos, com quatro discos independentes lançados.


RICARDO SALVAGNI

Integrou a banda Fellini e o projeto paralelo de curta duração, Funziona Senza Vapore, fundado pelo ex-vocalista do Fellini, Cadão Volpato, em 1992. Lançou o projeto solo "Quartz by Quartz" (1995), CD solo manipulável por computador.


LAURO LELLIS

Participou do Movimento Lira-Paulistana (Banda Jazzco), tocou com Tom Zé, Elba Ramalho, Djalma Dias, Zé Miguel Visnick, Suzana Salles, Proveta, Bocato, Heraldo do Monte, entre outros. Atualmente, realiza workshops, master class e desenvolve trabalho instrumental com a cantora Mara Melges e o guitarrista Marco Prado, formando o Moksha Trio, com quem lançou o CD "Introspection".


FICHA TÉCNICA

Thomas Pappon | guitarra e vocal

Ricardo Salvagni | baixo

Lauro Lellis | bateria

MÚSICA

Lenna Bahule: Nômade - a caminho de moçambique 22.10.19: terça-feira, 20h

Lenna Bahule: Nômade - a caminho de moçambique

MÚSICA

Sotaques YB 02, 09, 16 e 23.10.18: quartas às 20h

Sotaques YB

MÚSICA

Soledad: Revoada 24.10.19: quinta-feira às 20h

Soledad: Revoada

MÚSICA

Juçara Marçal: Curima 7, 14, 21 e 28.10.19: segundas às 20h

Juçara Marçal: Curima

MÚSICA

Paula Santisteban: As Janelas da Cidade 29.10.19: terça-feira, 20h

Paula Santisteban: As Janelas da Cidade

MÚSICA

Maurício Pereira: Clipes, Grampos e Tônicos 04, 11, 18 e 25.11.19: segundas às 20h

Maurício Pereira: Clipes, Grampos e Tônicos

MÚSICA

Tatá Aeroplano: Um Brinde à mãe da Lua 26.11.19: terça-feira às 20h

Tatá Aeroplano: Um Brinde à mãe da Lua