Comprar Ingressos

MÚSICA

François Muleka: Couragem

François Muleka: Couragem

27.08.19: terça às 20h

"Porquê me mira se no me vês"

Movido pelo coração e provocado pelas dinâmicas de invisibilidadde social seletiva do cotidiano, François leva a São Paulo seu novo ep Couragem, que aborda percepções pessoais sobre afetividade, ancestralidade e a eterna procura. O show de canções e poesias brincadas a voz, baixo elétrico e violão.


FICHA TÉCNICA

François Muleka - voz, baixo e violão


FRANÇOIS MULEKA

Figura ímpar recém-chegada na cena de São Paulo, François Muleka é um artista de estilo livre adepto a várias linguagens e que atua como artista visual, cantor, compositor e pluri-instrumentista, tendo lançado os discos Karibu (2013), Feijão e Sonho (2015), O Limbo da Cor (2016) e Fauno Aflora (2016); além de ter dirigido trabalhos de artistas como Marissol Mwaba e Ipomea Urutau. Também tem as mãos e arranjos para violão nas canções de Luedji Luna em seu exitoso disco de estréia, Um Corpo no Mundo (2017) .

Em 2018 circulou com a exposição Psicodelicado, que consta de enigmáticos trocadilhos imagéticos em nanquim e aquarela que revelam zonas de tensão travadas entre os diversos níveis de leitura de imagens entrelaçadas, em que figuram seres a que chama “a pessoas da parede”. O baixo elétrico é seu instrumento de coração e o levou a eventos prestigiados como a Mostra Cantautores e o Rock ́n ́Rio. François já colaborou em palco com outros artistas importantes do cenário brasileiro e internacional tais como Alpha Petulay, Alegre Corrêa, Filó Machado, O Teatro Mágico, Luciana Melo, Paulo Calasans e Ana Paula da SIlva, entre outres. Dedica-se,também, a ministrar oficinas abordando processos criativos.


Fotografia de Marina Decourt


MÚSICA

Maurício Pereira: Clipes, Grampos e Tônicos 04, 11, 18 e 25.11.19: segundas às 20h

Maurício Pereira: Clipes, Grampos e Tônicos

MÚSICA

Victoria dos Santos: Tambor, Coxia e Carnaval 19.11.19: terça-feira, às 20h

Victoria dos Santos: Tambor, Coxia e Carnaval

PERFORMANCE

Thaís de Almeida Prado: Expurgo. da Violência. dos corpos que colidem. da asfixia. do medo de uma metrópole 07, 08, 14, 21, 22, 28 e 29.11.19: quintas e sextas, às 20h

Thaís de Almeida Prado: Expurgo. da Violência. dos corpos que colidem. da asfixia. do medo de uma metrópole

MÚSICA

Tatá Aeroplano: Um Brinde à mãe da Lua 26.11.19: terça-feira às 20h

Tatá Aeroplano: Um Brinde à mãe da Lua