Comprar Ingressos

INFANTIL

othelito

06.05.12

Othelito conta a história de um general medroso e ciumento.

Othelito é apaixonado por Desdêmona, filha do Senador Brabâncio. Este, autoritário, é absolutamente contra o casamento de sua filha com o general por tratar-se de um mouro. O namoro escondido vai indo bem até que Othelito tem uma crise de ciúme sem motivos e Desdêmona, muito chateada, diz não querer vê-lo nunca mais.

Dois soldados fazem parte das tropas de Othelito: Cássio e Iago. Othelito nomeia Cássio seu “braço direito mais que direito”. Ao ver seu rival promovido, Iago invejoso, com sede de poder, jura vingar-se. Primeiramente conta a Brabâncio sobre o namoro de sua filha com o general mouro. O pai fica enfurecido, mas, em virtude de uma batalha para a qual deve enviar o General Othelito e sua tropa, acaba consentindo no casamento.

Na Ilha de Chipre, Iago faz várias intrigas e arma uma estratégia para colocar Othelito contra Cássio, insinuando que este está de namoro com Desdêmona. Mas a mentira tem perna curta e a verdade acaba vindo à tona. Othelito se retrata perante Cássio e Desdêmona, mas essa, cansada do ciúme bobo do marido, prefere ficar sozinha.

Ganhador dos Prêmios APCA e FEMSA 2007, ambos por Melhor Texto Adaptado (por Angelo Brandini, autor e diretor do espetáculo), Melhor Espetáculo Infantil do 11º Cultura Inglesa Festival, recebeu 8 indicações para o Prêmio FEMSA 2007 (incluindo Melhor Direção e Melhor Espetáculo Infantil), Othelito é uma adaptação da tragédia Otelo de Shakespeare, usando os arquétipos da Comédia Dell’Arte e técnicas palhacescas. A história transcorre na mesma seqüência do original, mas a proposta é trocar os elementos trágicos por uma história capaz de divertir crianças e adultos.

A começar pelos personagens principais. Othelito é o Capitão, sujeito medroso que vive cantando bravatas. Brabâncio se transforma numa espécie de Pantaleone, o velho sovina e rabugento. Iago vira Briguela, o ardiloso. Cássio e Desdêmona têm o perfil dos Enamorados, personagens românticos.

Soma-se aos arquétipos da Comédia Dell´Arte o estilo palhacesco. As máscaras da Comédia Dell’Arte surgem com novos contornos, com destaque para as sobrancelhas e os narizes semelhantes aos dos palhaços. Não há coxia. As trocas das máscaras e dos figurinos, bem como a trilha sonora, executada ao vivo pelos atores, são feitas perante a platéia deixando à mostra a transformação do ator em personagem.

Othelito marcou o início de uma nova fase de pesquisa da companhia Vagalum Tum Tum em adaptar textos clássicos para o universo infantil utilizando arquétipos da Comédia Dell’Arte e a linguagem do palhaço.

Nos interessa levar para o público infanto-juvenil o universo de Shakespeare, que compreende o homem em sua pluralidade e desta forma seus personagens se apresentam com o potencial máximo de suas índoles. Isto é extremamente inspirador a um olhar pelo viés da comicidade através das lentes da Comedia Dell’Arte e do poder transformador do palhaço, gêneros que encontram morada segura na obra de Shakespeare.

A Comédia Dell’Arte surgiu na Itália em meados do Séc. XVI e se prolonga até o Séc. XVIII. As peças giravam em torno de encontros e desencontros amorosos, com um inesperado final feliz. Trabalha com os arquétipos humanos, caracterizados pela utilização do cômico. O gênero exerceu grande fascínio por quase toda a Europa e influenciou (como ocorre ainda hoje) diversos atores, dramaturgos e encenadores entre eles, William Shakespeare.

FICHA TÉCNICA:

Autor e Diretor: Ângelo Brandini

Atores: Anderson Spada, Val Pires, Christiane Galvan, Tereza Gontijo

Figurinos: Christiane Galvan

Direção Musical: Dagoberto Feliz

Iluminação: Lígia Chaim

Cenário: Sylvia Moreira

Produção: Cia Vagalum Tum Tum

Duração da peça: 55 min.

Indicação de idade: 6 anos

MÚSICA

Beto Villares: amostras emocionais 03, 10, 17.02 e 02.03.20: segundas às 20h

Beto Villares: amostras emocionais

MÚSICA

Zé Antonio e Fábio Golfetti: 04.02.20: terça às 20h

Zé Antonio e Fábio Golfetti:

CINEMA

Julia Zakia em curtas 05.02.20: quarta às 20h

Julia Zakia em curtas

MÚSICA

Joana Queiroz + 6: Emaranhados 11.02.20: terça às 20h

Joana Queiroz + 6: Emaranhados

CINEMA

Leandro Goddinho em curtas 12.02.20: quarta às 20h

Leandro Goddinho em curtas

DANÇA

Beth Bastos e Núcleo Pausa: Performance-observatório 13 e 14.02.20: quinta e sexta-feira às 20h

Beth Bastos e Núcleo Pausa: Performance-observatório

CINEMA

André Bomfim em curtas 19.02.20: quarta às 20h

André Bomfim em curtas

DANÇA

São Paulo Impro Orquestra: Gume 20 e 21.02.20: quinta e sexta, às 20h

São Paulo Impro Orquestra: Gume