Ingressos Como apoiar

MÚSICA

vitor araújo

vitor araújo

09, 16, 23 e 30.07.2018: segundas às 20h

Fui convidado pelo Centro da Terra e pelo Trabalho Sujo para fazer uma temporada durante o mês de Julho em São Paulo, convite que recebi e aceitei com muita empolgação.

Logo nasceu a vontade de transformar essa temporada num momento de criação, de conexão e de abertura. Convidei meus amigos GG Albuquerque e Raul Luna para que juntos pudéssemos pensar em como usariamos esse tempo de residência no teatro centro da terra para gestar uma obra, e juntar um time singular de colaboradores.

Pois bem, decidimos gravar um disco na frente do público que for lá assistir aos concertos, e elaborar um jogo processual que costura as 4 apresentações numa unidade, e que sofrerá as interferências dos artistas que participarão dessa experiência conosco.

Quero então deixar aqui o convite para todo mundo que estiver em São Paulo. Os concertos serão sempre às segundas-feiras, do dia 9 ao dia 30, e a cada semana nós divulgaremos os artistas convidados que estarão no palco junto comigo.

Com o passar dos dias, daremos mais e mais detalhes e informações. Vamo nessa com a gente!

Cheiro,

Vitor.


Vitor Araújo é compositor, orquestrador e pianista, nascido em Recife e radicado em SãoPaulo. Tem 3 discos lançados desde 2008, sendo o primeiro deles como intérprete e os dois seguintes como compositor. Artista de formação erudita, premiado em diversos em concursos de piano na sua infância e juventude, transita hoje com facilidade entre o clássico e o experimental, e seus trabalhos carregam a forte marca do hibridismo entre diferentes linguagens musicais. Como pianista, se especializou em música brasileira, interpretando peças de Villa-Lobos, Camargo Guarnieri, O. Lorenzo Fernandez, CláudioSantoro e Edino Krieger. Como compositor, trabalha com um leque amplo de procedimentos, sofrendo influência dos impressionistas franceses às vanguardas eletroacústicas, da música textural de György Ligeti ao minimalismo norte-americano.


Já se apresentou nos principais teatros e festivais de música do país - Auditório Ibirapuera, Sala Cecília Meirelles, Theatro São Pedro, Palácio das Artes, Teatro Castro Alves, Teatro deSanta Isabel e Festival MIMO, para citar alguns - realizou concertos em importantes cidades do mundo como Viena - na sala Luciano Berio da histórica Wiener Konzerthaus -, Frankfurt, Buenos Aires e Medellín, e dividiu palco com grandes nomes como CaetanoVeloso, Naná Vasconcelos e João Donato.


Formado pelo Conservatório Pernambucano de Música, ingressou na Universidade Federalde Pernambuco para cursar o Bacharelado em Instrumento (Piano) sendo o primeiro colocado no vestibular de admissão do Departamento de Música da UFPE. Por ocasião do lançamento de seu primeiro álbum, não seguiu no curso universitário, mas posteriormente se tornou aluno de importantes músicos e acadêmicos brasileiros como Mário Ficarelli, Itiberê Zwarg, Tomás Improta, Maria Teresa Madeira, Orlando Marcos Mancini, EdsonBandeira de Mello, Marisa Lacorte, entre outros.


Premiado pela APCA como intérprete e pelo Festival de Brasília como compositor, também foi considerado pela revista Galileu como uma das 10 mentes mais brilhantes da atualidade no Brasil. Vitor Araújo já teve seus trabalhos resenhados por diversos críticos de veículos nacionais e internacionais, sendo apontado pela mídia especializada em música como uma das grandes forças da música experimental brasileira.


Recentemente, foi contemplado com o prêmio Natura Musical, que patrocinou seu último trabalho: "Levaguiã Terê", álbum duplo que consiste de obras sinfônicas escritas porAraújo a partir de um estudo do Brasil contemporâneo e das polirritmias advindas dasreligiões de matrizes africanas e indígenas, unindo assim a tradição da música erudita brasileira em abordar o folclore no seio das possibilidades da música culta com os desdobramentos da eletro-acústica e a música experimental do fim do século XX e começo do terceiro milênio.


www.vitoraraujo.com.br





MÚSICA

Lau e Eu: Tempo Presente 03.10.2022, segunda às 20h

Lau e Eu: Tempo Presente

MÚSICA

CORTE - ALZIRA E: BRASA NA ASA 04.10.22, terça às 20h

CORTE - ALZIRA E: BRASA NA ASA

CINEMA

AQUILO QUE EU NUNCA PERDI 05.10.22, quarta às 20h

AQUILO QUE EU NUNCA PERDI

DANÇA ARQUIVO

Isis Marks: Conversas com Francesca aconteceu no Centro da Terra 29 e 30.09, 06 e 07.10.22, quintas e sextas às 20h

Isis Marks: Conversas com Francesca

MÚSICA

CORPO EXPANDIDO: IMAGEM SONORA 11.10.22, terça às 20h

CORPO EXPANDIDO: IMAGEM SONORA

DANÇA

CAMILA VENTURELLI E JULIA TELES: ÉTER 13 e 14.10.22, quinta e sexta às 20h

CAMILA VENTURELLI E JULIA TELES: ÉTER

DANÇA

+ UMA COMPANHIA: TE VER DE PERTO VALE A VIAGEM 20 e 21.10.22, quinta e sexta às 20h

+ UMA COMPANHIA: TE VER DE PERTO VALE A VIAGEM

MÚSICA

EIRAS E BEIRAS: DIXCULPA, TAVA DIXTRAÍDA 25.10.22, terça às 20h

EIRAS E BEIRAS: DIXCULPA, TAVA DIXTRAÍDA

DANÇA

ADRIANA NUNES: TODO 27 e 28.11.22, quinta e sexta às 20h

ADRIANA NUNES: TODO

CURSO ARQUIVO

Preto Vidal: Núcleo teatral aconteceu no Centro da Terra sábados, 10h às 12h

Preto Vidal: Núcleo teatral

CURSO ARQUIVO

Mariana Taques: aulas de dança aconteceu no Centro da Terra terças, 10h às 12h

Mariana Taques: aulas de dança

CURSO ARQUIVO

Dresler Aguilera: Contato Improvisação: ancorar para suspender. aconteceu no Centro da Terra quintas, 10h às 12h

Dresler Aguilera: Contato Improvisação: ancorar para suspender.